Pesquise, encontre, comente
RSS RSS - Fique por dentro
Campina Grande

  Mín.: 21ºC
  Máx.: 30ºC

Quase 700 jovens de Campina Grande serão beneficiados com o Projovem Trabalhador

Publicado em 04/08/2009 - 19:59

As inscrições para seis mil vagas do Projovem Trabalhador, modalidade Juventude Cidadã, serão realizadas de 5 a 16 de agosto. Jovens de 18 a 29 anos de 68 cidades paraibanas receberão uma bolsa auxílio de R$ 120,00, durante cinco meses, mediante comprovação de 75% de frequência nas aulas do programa. O termo de adesão ao programa Projovem Trabalhador foi assinado pelo governador José Maranhão e o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, no último dia 26 de junho, no Palácio da Redenção.

 

Os selecionados terão oportunidade de participar de uma das 200 turmas de capacitação para atuarem em áreas como Telemática, Administração, Alimentação, Construção e Reparo, Metalmecânica,  Vestuário, Turismo e Hospitalidade, Gráfica, Arte e Cultura, Esporte e Lazer e Agroextrativismo.

 

Em Campina Grande, 660 jovens serão beneficiados com 22 cursos profissionalizantes. Serão oferecidos os cursos de Garçom, Recepcionista, Corte e Costura, Peças Íntimas, Vendedor para Comércio, Artefatos em Couro, Padeiro/Confeiteiro, Alimentação Alternativa, Doces e Salgados, Artesanato Regional, Impressor Off-Set, Serigrafia, Encadernação, Operador/Manutenção de Micro, Informática (Rede-Operação e Manutenção), Operador de Micro Básico, Mecânico de Motocicletas, Torneiro Mecânico, Eletricista Predial e Residencial, Gesseiro, Pedreiro (Construção e Revestimento) e Secretária com Informática.

 

Cerca de R$ 8,7 milhões já foram repassados via Ministério do Trabalho à Secretaria de Desenvolvimento Humano para execução. As aulas serão iniciadas ainda em agosto e as inscrições só podem ser feitas pela internet no portal do governo do Estado no endereço http://www.paraiba.pb.gov.br/. Após a seleção online, os inscritos deverão preencher formulário de inscrição e apresentação de documentos nas sedes das cidades onde ocorrerão os cursos.

 

Terão prioridade nas inscrições jovens cadastrados no programa Bolsa Família com idade entre 18 a 29 anos, que estejam em situação de desemprego e membros de famílias com renda mensal per capita de até um salário mínimo. O objetivo é preparar o jovem para o mercado de trabalho em ocupações alternativas geradoras de renda.



Fonte: Redação com Ascom

Canais

2006-2012 © www.snn.com.br
Todos os direitos reservados.